Modelos de Pesquisa

zebrafish.jpg
Danio Rerio

O peixe-zebra, ou peixe paulistinha, ou zebrafish, é uma espécie endêmica do continente asiático, mas há algumas décadas já está presente em laboratórios do mundo inteiro!

 

Devido à alta similaridade genética e bioquímica com os seres humanos, o zebrinha tem ganhado espaço na bancadas, e vêm possibilitando à ciência a entender melhor sobre dsenvolvimento embrionário, drogas de abuso, toxicologia, diferenças comportamentais, genética, neurociências e até algumas doenças.


Além do tamanho pequeno - ocupando menos espaço nos laboratórios - o principal modelo animal do Fish Lab também conta vantagem no seu rápido desenvolvimento embrionário, ajudando a baratear os custos e acelerar os resultados de pesquisas científicas.

donzelinha.jpg
Stegastes fuscus

O peixe donzela, ou Damselfish, ou donzelinha, é um pequeno peixe recifal, que mede cerca de 15 cm e é muito comum no litoral brasileiro.

 

No Fish Lab, utilizamos uma das seis espécies de peixe-donzela da costa brasileira, a Stegastes fuscus. Eles são animais territorialistas e defendem seu espaço com agressividade.

 

Esse modelo animal têm nos ajudado aconhecer mais sobre o aumento da temperatura nos oceanos, o comportamento agressivo e até aprendizagem e memória.

krypto.jpg
Kryptolebias hermafroditus

Esse é um tipo de killifish encontrado nos mangues da América do Sul, e é uma das duas únicas espécies de vertebrados autofecundantes conhecidas.

 

Ser autofecundante siginifica que o animal é capaz de se se fecundar sozinho, e essa adaptação possibilita criar populações com baixa diversidade genética - seja na natureza ou em laboratório. Assim, é possível ter populações clonais, o que o torna um ótimo modelo para estudos ecotoxicológicos e genéticos. O Fish Lab tem trabalhado em parceria com o Depto de Ecologia, conhecendo e explorando o comportamento do killifish.

 

53.

Effects of oxybenzone on zebrafish behavior and cognition. Moreira, Ana Luisa Pires, and Ana Carolina Luchiari.

Science of The Total Environment 808 (2022)

52.

Genotoxicity and behavioral alterations induced by retene in adult zebrafish. da Silva Junior, F. C., Agues-Barbosa, T., Luchiari, A. C., & de Medeiros, S. R. B. Journal of Environmental Chemical Engineering, 2021.

51.

Individual differences guide mate choice in the fighting fish (Betta splendens). J..J. Oliveira1P. F. SilvaF. A. LopesA. C. Journal of Comp Psychology, 2021.

50.

Editorial: Zebrafish Cognition and Behavior. Luchiari, A. C., Málaga-Trillo, E., Tran, S., & Gerlai, R. Frontiers in Behavioral Neuroscience, 2021

49.

Embryonic ethanol exposure on zebrafish early development.  Pinheiro‐da‐Silva, J., & Luchiari, A. C. Brain and Behavior, 2021,

48.

Agonistic behavior is affected by memory in the Dusky Damselfish Stegastes fuscus. Silveira, M. M., De Souza, J. F., Araujo-Silva, H., & Luchiari, A. C. Frontiers in Behavioral Neuroscience, 2021

47.

Erythroxylum pungens Tropane Alkaloids: GC-MS Analysis and the Bioactive Potential of 3-(2-methylbutyryloxy) tropan-6, 7-diol in Zebrafish (Danio rerio). Moreira, L. G. L., Ferreira, M. E. L., Reginaldo, F. P. S., Lourenço, E. M. G., Zuanazzi, J. A. S., Barbosa, E. G., ... & Giordani, R. B. Planta Medica, 2021

46.

Loss of light colour preference after chronic embryonic stress in rainbow trout fry: A novel and potential indicator of fish welfare? Colson, V., Ferreira, V. H. B., Luchiari, A. C., Valotaire, C., Borel, F., Bugeon, J., ... & Guesdon, V. Applied Animal Behaviour Science, 2021. 

45.

Does early ethanol exposure increase seeking‐like behavior in zebrafish? Pinheiro‐da‐Silva, J., Araujo‐Silva, H., & Luchiari, A. C. International Journal of Developmental Neuroscience, 2021

44.

Zebrafish as an emerging model system in the global south: Two decades of research in Brazil. Trigueiro, N.S.S, Canedo, A., Braga, D.L.S., Luchiari, A.C. & Rocha, T.L. Zebrafish, 2020.

43.

Early mistreatment contributes to social behavior disorders in zebrafish. Menezes, F.P., Souza, I.P., & Luchiari, A.C. Frontiers in Behavioral Neuroscience, 2020.

42.

Embryonic exposure to ethanol increases anxiety-like behavior in fry zebrafish. Pinheiro-da-Silva, J., Agues-Barbosa, T., & Luchiari, A.C. Alcohol and Alcoholism, 2020.

41.

Behavioral screening of alcohol effects and individual differences in zebrafish (Danio rerio). Araujo-Silva, H, Leite-Ferreira, M. E., & Luchiari, A.C. Alcohol and Alcoholism, 2020.

40.

Damselfish face climate change: Impact of temperature and habitat structure on agonistic behavior. Silva-Pinto, T., Silveira, M.M., Souza, J.F., Moreira, A.L.P., Vieira, E.A., Longo, G.O.,  & Luchiari, A.C. Plos One, 2020.

39.

Fighting off the intruder: context-dependent territory defense in the damselfish Stegastes fuscus. Silveira, M.M., Silva, P.F., Ferreira, R.G., & Luchiari, A.C. Environmental Biology of Fishes, 2020.

38.

Individual differences in hatching time predict alcohol response in zebrafish. Leite-Ferreira, M. E., Araujo-Silva, H, & Luchiari, A.C. Frontiers in Behavioral Neuroscience, 2019.

37.

It’s Tea Time: Interference of Ayahuasca brew on discriminative learning in zebrafish. Lobao-Soares, B., Eduardo-da-Silva, P., Amarilha, H., Pinheiro-da-Silva, J., Silva, P.F.,& Luchiari, A.C. Frontiers in Behavioral Neuroscience, 2018.

36.

Individual differences in response to alcohol exposure in zebrafish (Danio rerio). Araujo-Silva, H., Pinheiro-da-Silva, J., Silva, P. F.,& Luchiari, A.C. Plos One, 2018.

35.

Zebra fitness: Learning and anxiety after physical exercise in zebrafish. Silveira, M.M., Silveira, J., Agues-Barbosa, T., Carvalho, M., Silva, P. F.,& Luchiari, A.C. In:  Recent Advances in Zebrafish Researches (Ed. Mattila M.), 2018.

34.

Sleep deprivation impairs cognitive performance in zebrafish: A matter of fact? Pinheiro-da-Silva, J., Tran, S., & Luchiari, A.C. Pharmacology, Biochemistry and Behavior, 2018.

33.

Not tonight zebrafish: the effects of Ruta graveolens on reproduction. Forsatkar, M.N., HedayatiRad, M., & Luchiari, A.C. Pharmaceutical Biology, 2018.

32.

Behavioral changes over time following Ayahuasca exposure in zebrafish. Savoldi, R., Polari, D., Pinheiro-da-Silva, J., Silva, P.F., Lobo-Soares, B., Yonamine, M., Freire, F.A.M. & Luchiari, A.C. Frontiers in Behavioral Neuroscience, 2017. 

31.

Effects of alcohol on inhibitory avoidance learning in zebrafish (Danio rerio). Amorim, R.R., Silva, P.F. & Luchiari, A.C. Zebrafish, 2017. 

30.

Ayahuasca: the Good, the Bad and the Worse. Silva, P.F. & Luchiari, A.C. EC Psychology and Psychiatry, 2017. 

29.

Good night, sleep tight: The effects of sleep deprivation on spatial associative learning in zebrafish. Pinheiro-da-Silva, J., Tran, S., Silva, P.F. & Luchiari, A.C. Pharmacology, Biochemistry and Behavior, 2017. 

28.

Time place learning and activity profile under constant light and constant dark in zebrafish (Danio rerio).  Moura, C. A., Lima, J.P.S., Silveira, V.A.M., Miguel, M.A.L. & Luchiari, A.C. Behavioural Processes, 2017. 

27.

Sleep deprivation effects on object discrimination task in zebrafish (Danio rerio). Pinheiro-da-Silva, J., Silva, P.F., Nogueira, M.B. & Luchiari, A.C. Animal Cognition, 2017. 

26.

Caffeine dose-response relationship and behavioral screening in zebrafish. Santos, L.C., Ruiz-Oliveira, J., Silva, P.F., & Luchiari, A.C. In: The Question of Caffeine (Ed. Bozicevic M.), 2017.

25.

Associative learning in the multi chamber tank: A new learning paradigm for zebrafish. Fernandes, Y.M., Rampersad, M., Luchiari, A.C. & Gerlai, R. Behavioural Brain Research, 2016. 

24.

Time-place learning in the zebrafish (Danio rerio). Moura, C.A. & Luchiari, A.C. Behavioural Processes, 2016. 

23.

Irish coffee: Effects of alcohol and caffeine on objects discrimination in zebrafish. Santos, L.C., Ruiz-Oliveira, J., Oliveira, J.J., Silva, P.F., Luchiari, A.C. Pharmacology, Biochemistry and Behavior, 2016.

22.

How Betta splendens finds its way. Luchiari, A.C. Behavioural Processes, 2016.

21.

Agonistic Interaction in the male fiddler crab Uca leptodactyla Rathbun, 1898 at Varying densities. Santos, L. C.; Alencar, C. E. R. D.; Freire, F. A. M. & Luchiari, A. C. Crustaceana. 2015.

20.

Acute and chronic alcohol administration: Effects on performance of zebrafish in a latent learning task. Luchiari, A. C.; Salajan, D. C. & Gerlai, R. Behavioural Brain Research. 2015.

19.

Dose-Dependent Effects of Alcohol on Seeking Behavior and Memory in the Fish Betta splendens. Luchiari, A. C.; Chacon, D. M. & Oliveira, J. J. Psychology & Neuroscience. 2015. 

18.

The zebrafish world of colors and shapes: preference and discrimination. Oliveira, J. J.; Silveira, M. M.; Chacon, D. M. & Luchiari, A. C. Zebrafish. 2015.

17.

Dusky damselfish Stegastes fuscus relational learning: evidences from associative and spatial tasks. Silveira, M. M.; Oliveira, J. J. & Luchiari, A. C. Journal of Fish Biology. 2015.

16.

The interaction of innate and imposed colour perception: a behavioural approach. Luchiari, A. C. & Oliveira, J. J. Journal of Ethology. 2014.

15.

A dose for the wiser is enough: The alcohol benefits for associative learning in zebrafish. Chacon, D. M. & Luchiari, A. C. Progress in Neuro-Psychopharmacology & Biological Psychiatry. 2014.

14.

Physical exercise improves learning in zebrafish, Danio rerio. Luchiari, A. C. & Chacon, D. M. Behavioural Processes. 2013.

13.

Effects of substrate colour preference on growth of the shrimp Litopenaeus vannamei (Boone, 1931) (Decapoda, Penaeoidea).  Luchiari, A. C.; Marques, A. O. & Freire, F. A. M. Crustaceana. 2012.

12.

Environmental substrate selection and daily habitual activity in Xiphopenaeus kroyeri shrimp (Heller, 1862)(Crustacea: Penaeioidea). Freire, F. A. M.; Luchiari, A. C. & Fransozo, V. Indian Journal of Geo-Marine Science. 2011. 

11.

Longer wavelengths of light improve the growth, intake and feed efficiency of individually reared juvenile pikeperch Sander lucioperca (L.) Luchiari, A. C.; Freire, F. A. M.; Pirhonen, J. & Koskela, J. Aquaculture Research. 2009.

10.

Effects of environmental colour on growth of Nile tilapia, Oreochromis niloticus (Linnaeus, 1758), maintained individually or in groups. Luchiari, A. C. & Freire, F. A. M. Journal of Applied Ichthyology. 2009.

09.

Effects of ambient colour on colour preference and growth of juvenile rainbow trout Oncorhynchus mykiss (Walbaum). Luchiari, A. C. & Pirhonen, J. Journal of Fish Biology. 2008.

08.

Hierarchical status and colour preference in Nile tilapia (Oreochromis niloticus). Luchiari, A. C.; Duarte, C. R. A.; Freire, F. A. & Nissinen, K. Journal of Ethology. 2007.

07.

Time-place learning in individually reared angelfish, but not in pearl cichlid. Barreto, R. E., Luchiari, A. C. & Delicio, H. C. Behavioural Processes. 2006.

06.

Testing time-place learning in the cichlid fish Nile tilapia. Delicio, H.; Luchiari, A. C.; Barreto, R. E. & Marcondes, A. L. Journal of Ethology. 2006.

05.

Light intensity preference of juvenile pikeperch Sander lucioperca (l.) Luchiari, A. C.; Freire, F. A. M.; Koskela, J. & Pirhonen, J. Aquaculture Research. 2006.

04.

A place preference test in the fish Nile tilapia. Delicio, H. C.; Barreto, R. E.; Normandes, E. B.; Luchiari, A. C. & Marcondes, A. L. Journal of Experimental Animal Science. 2006.

03.

Environmental color affects Nile tilapia reproduction. Volpato, G. L.; Duarte, C. R.A. & Luchiari, A. C. Brazilian Journal of Medical and Biological Research. 2004.

02.

Ventilatory frequency indicates visual recognition of an allopatric predator in naive Nile tilapia. Barreto, R. E.; Luchiari, A. C. & Marcondes, A. L. Behavioural Processes. 2003.

01.

Eye color as an indicator of social rank in the Nile tilapia. Volpato, G. L.; Luchiari, A. C.; Duarte, C. R. A.; Barreto, R. E. & Ramanzini, G. C. Brazilian Journal of Medical and Biological Research. 2003.

Linhas de Pesquisa

Aprendizagem e Memória
memoria

A aprendizagem é um processo na qual as experiências são registradas e permitem que os animais respondam aos eventos de maneira diferente, pois fornece flexibilidade comportamental. E esse fenômeno tem sido de grande interesse do ponto de vista imediato e funcional. Aprender, muitas vezes, promove a formação de memórias.

 

A memória é um dos processos cognitivos mais relevantes, pois permite reter informações da experiência. No entanto, muitas condições e doenças interrompem os processos de aprendizagem e memória, causando enormes danos à vida normal. Em nosso laboratório, buscamos desenvolver novos protocolos de aprendizagem e memória para testar uma gama de elementos que podem melhorar ou interromper o desenvolvimento desses processos.

Efeitos das drogas de abuso no comportamento
alcohol.png
cafe.png

Drogas são substâncias que modificam, aumentam, inibem ou reforçam as funções fisiológicas, psicológicas ou imunológicas do organismo. Aqui, investigamos algumas drogas lícitas, como o álcoolnicotina, cafeína e também outras drogas médicas, como antidepressivos e ansiolíticos.

 

O álcool é a droga recreativa mais popular e os custos e consequências do alcoolismo representam um enorme ônus para a sociedade. Em quantidades moderadas, tem efeitos estimulantes e ansiolíticos que, em muitos casos, estão associados ao desenvolvimento do vício. Em altas doses causa perda do controle da motricidade, desorientação e sedação, considerados efeitos depressores da droga.

 

A cafeína é um estimulante psicoativo bastante popular. Dependendo da quantidade consumida, causa alterações fisiológicas e comportamentais, como aumento da frequência cardíaca e estado de alerta, além da diminuição da fadiga e sonolência. A cafeína também está envolvida em alguns sintomas de insônia e ansiedade.

No geral, nos concentramos em determinar os efeitos dessas drogas no comportamento, caracterizando o comportamento sob os efeitos agudos e crônicos da droga, mas além disso, os efeitos das drogas nos processos de aprendizagem e memória.

sleeping.png
Sono e Privação do sono

O sono é um fenômeno generalizado caracterizado por alteração da consciência e diminuição das atividades sensoriais e voluntárias. Estudos sugerem que a privação de sono prolongada pode induzir ao declínio da atenção e perda de memória, o que pode levar a um grande prejuízo no aprendizado.

 

Até que ponto a privação de sono pode afetar o comportamento normal e o aprendizado é um dos nossos focos de estudo. Dormir parece ser um evento tão importante que mesmo a aprendizagem aversiva é prejudicada. Além disso, queremos entender como o ciclo de luz pode interferir no comportamento normal do sono e afetar o aprendizado por um longo período de tempo.

Diferenças individuais
personalidade

A resposta de cada animal aos desafios ambientais varia de acordo com suas diferenças individuais. Essas diferenças são chamadas de "personalidade animal". O traço de personalidade mais investigado é a timidez-ousadia, que demonstrou conferir diferentes vantagens aos classificados como tímidos ou ousados. Os machos mais ousados ​​tiram vantagem na escolha do parceiro devido à preferência das fêmeas pela característica, no entanto, os machos mais tímidos parecem viver mais e aprender tarefas que envolvem pistas ambientais mais rapidamente devido à sua maior atenção e cautela. Assim, a seleção natural e a seleção sexual estão agindo na manutenção desses traços de personalidade na população animal.

Em nosso laboratório, tentamos desenvolver novas tarefas para classificar os peixes de acordo com seus testes de personalidade, não apenas timidez-ousadia, mas também sociabilidade, enfrentamento de riscos, exploração e assim por diante. Em seguida, investigamos as diferenças entre machos e fêmeas e a influência do traço comportamental na escolha do parceiro, construção do ninho, agressão e comportamento de busca por drogas.

Efeitos de poluentes no comportamento
Design sem nome.png

O crescente uso de produtos químicos, associado ao estilo de vida moderno, tem levado ao aumento considerável da poluição química das águas. No entando, seus efeitos à saúde humana e impactos à biota aquática e meio ambiente ainda são pouco conhecidos.

 

Os poluentes conhecidos como “emergentes” são aqueles compostos novos ou previamente desconhecidos, ou ainda aqueles já conhecidos mas que não possuem seus efeitos como contaminante ambiental totalmente elucidados e são representados por uma grande variedade de compostos - incluindo fármacos, pesticidas, microplásticos e compostos presentes em produtos de higiene pessoal, como as benzofenonas, utilizadas como filtros UV.


Em nosso laboratório, estudamos os efeitos da exposição à diferentes poluentes no comportamento e capacidade cognitiva de zebrafish e do peixe donzela Stegastes fuscus, buscando entender os possíveis impactos a longo prazo dos poluentes na ecologia destas e outras espécies.

 

Publicações Fish Lab